ROLFING PARA IDOSOS

Com o passar dos anos os sistemas: cardiovascular, imunológico, músculo-esquelético, etc, começam a enfraquecer. Porém, pessoas que possuem uma boa qualidade de vida, que buscam ser mais saudáveis e encontram métodos e atividades que ajudam no processo de fortalecimento do corpo, podem envelhecer com mais conforto e de forma mais segura.

Temos que considerar que envelhecer é uma experiência pessoal e para chegar nessa fase da vida de uma forma positiva é preciso conhecer e buscar soluções que, além de ajudar o corpo, também podem ser bem interessantes. Algumas atividades melhoram as capacidades motoras e a eficiência fisiológica. São métodos que trazem às pessoas da terceira idade mais saúde física e mental, proporcionando mais independência, esse é o caso do Rolfing®.

Mas como funciona o Rolfing?

Para o obter uma posição mais equilibrada realinhando os músculos, ossos e ligamentos, a técnica utiliza toques específicos e precisos nos tecidos moles que consistem de músculos, ligamentos, tendões e fáscias. Eles desamarram os tecidos – no caso as fáscias – que estão sob tensões excessivas e desnecessárias afetando músculos, ossos e ligamentos.

Segundo a Dra. Ida Rolf, criadora do método Rolfing:  “Alguns indivíduos percebem que estão perdendo a batalha contra a gravidade com uma dor constante ou intensa nas costas. Outros percebem que os contornos de seus corpos ficaram deformados ou feios. Outros sentem uma fadiga, uma falta de energia constante. Aqueles que têm mais de 40 anos podem chamar estas sensações e percepções de processo de envelhecimento. Porém, todos esses sinais estão apontando pra um único problema: seus corpos estão em desequilíbrio, seus corpos estão lutando contra a força da gravidade.”

rolfing-em-idosos

O Rolfing ajuda na correção postural e também a aliviar as dores causadas pelo desgaste do corpo, além de devolver a harmonia, a energia e o bem-estar. O método é eficaz na hora de recolocar nosso corpo no lugar e, assim, podemos retomar a sensação de bem-estar. Tudo isso é possível, graças a essa manipulação que atua sobre o sistema muscular, ósseo e articular.

O tratamento pode ser feito por todos os idosos, desde os que buscam métodos preventivos até os que possuem desgaste articular, artrose, fibromialgia, artrite, dores lombares, ciáticas, no pescoço, no ombro, enxaqueca, tendinites, bursites, LER/DORT, hérnia de disco, bico de papagaio, entre outras patologias causadas por lesões e pelo envelhecimento dos músculos e articulações. O Rolfing também estimula o sistema nervoso e ajuda na redução da curvatura espinhal.

Quais os casos que o Rolfing auxilia?

Os traumas físicos e emocionais adquiridos ao longo da vida fazem com que venhamos a desenvolver dores e degenerações que podem levar a má postura, dores e tensões crônicas. Na hora de tratar, o Rolfing se diferencia por considerar o corpo e a pessoa como um todo e não somente um local especifico. Além de ser um método eficiente, o Rolfing não é invasivo e se mostra mais duradouro.

Um problema muito comum entre os idosos são as quedas e geralmente elas vem acompanhadas de fraturas. As principais causas de quedas são a perda de equilíbrio, fraqueza muscular  e falta de mobilidade, por isso, tratamentos de prevenção são tão importantes.

O Rolfing também auxilia no tratamento de recuperação para a preservação da autonomia da pessoa idosa, para que ela possa desempenhar suas atividades. Problemas como AVC e outras doenças cerebrovasculares menos dramáticas, possuem uma recuperação mais eficiente com o tratamento. No  Parkison, o Rolfing pode ajudar na rigidez global que a doença causa, que dificulta os movimentos e o equilíbrio e favorece a ocorrência de quedas.

A osteoartrose, que  é um desgaste das articulações, que acomete 70% dos idosos, pode acometer a coluna, joelhos, quadril e mãos, e a manifestação principal é dor crônica. Ela não tem cura mas as complicações podem ser prevenidas com o fortalecimento dos músculos e orientação de postura que podem ser encontradas no tratamento com Rolfing.

Portanto, quem busca uma melhor qualidade de vida, com uma postura ereta e organizada, quer diminuir as dores crônicas, deseja mais flexibilidade, amplitude articular e liberar traumas físicos e emocionais armazenados no corpo, o Rolfing pode ser uma ótima saída.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *